1º poema da semana | 12fev2012

426 TORREMISTA [2000]

Não basta a ditadura que já dura
e vem a ditadura antigordura!

Saímos do regime militar,
caímos no regime do regime.
Censuram-nos até no paladar!

Trabalho, horário, imposto, compromisso.
Orgasmo não se tem como se quer.
Só sobra o bom do garfo e da colher,
e os nazis nariz metem até nisso.

Maldita seja a mídia, sempre a dar
espaço à medicina que reprime!
Gestapo da “saúde” e “bem-estar”!

Resista! Coma! Abaixo a ditadura!
A luta tem um símbolo: FRITURA!

*Glauco Mattoso_1951-_Poesia Digesta_2004

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+Share on LinkedIn